segunda-feira, 1 de julho de 2013

O COSTUME ANTIGO DE FREQUENTAR PRAÇAS E LOGRADOUROS PÚBLICO

O COSTUME ANTIGO DE FREQUENTAR PRAÇAS E LOGRADOUROS PÚBLICO
Embora tenham ocorrido mudanças nas praças que apresentamos abaixo, o que mais se pede atualmente, é segurança pública.


PRAÇA OSWALDO CRUZ
 Essa é à frente da Igreja da Matriz em 1953, durante a grande cheia. Nesta imagem aparece o fotógrafo Ribamar: O FAMOSOS LAMBE –LAMBE.
Tinha um cavalinho onde as crianças subiam para tirar retrato.Tem muita gente aqui que tirou retrato no Cavalinho da Matriz.
Ao fundo o Complexo da Booth Line e a fachada da Loja de Waldemar Scholz, onde os pináculos imponentes rasgam o céu.




JARDINS DA MATRIZ E RUA DA INSTALAÇÃO 
 Foto de Felipe Augusto Fidanza. Essa fonte foi extinta em 1975 durante reforma da praça feita na gestão do Prefeito Jorge Teixeira . Rua da Instalação a partir dos Jardins da Matriz em 1901, entre os prédios da esquina direita e esquerda a fachada e a cobertura do prédio onde se instalou a Província do Amazonas em 1852. Destaques, observem a arborização do Jardim a predominância de "castanholeiras", os novos prédios de Irmãos Sobrinhos & C e Kahn Polack & C, a carroça sempre presente, os jardineiros na labuta e à esquerda um grupo a conversar.


PRAÇA URUGUAIANA - 1907 -PRACINHA QUE FICA EM FRENTE AO COLÉGIO DOM BOSCO ATUALMENTE

Um dos primeiros locais a ser urbanizado em 1850, já existia imóveis nesse "pedaço", os militares contribuíram bastante com o povoamento dessa região, o nome do bairro eram "Campinas" e o "Igarapé da Bica" alcançava a Praça General Osório. Em primeiro plano a Tesouraria Fiscal (RF), hoje como os outros, todo descaracterizado, à esquerda a Rua da Instalação, à direita a Epaminondas, e a carroça sempre presente.


 PRAÇA GENERAL OSÓRIO - 1955 
Esse local ficava localizada dentro do perímetro da Praça havia uma piscina que era utilizada pelo exército e para competições cívicas, a água era fornecida diretamente sem o uso de tratamento químico. À direita o prédio do Colégio Dom Bosco, hoje totalmente descaracterizado e ao fundo as casas da Avenida Epaminondas. Foto: Acervo do IBGE_1955



PRAÇA HELIODORO BALBI- anos20
 Além dos jardins serem bem tratados os fotógrafos eram excelentes profissionais, esta foto do Álbum Municipal lançado em 1929 mostra essa excelente paisagem dos Jardins da Praça Heliodoro Balbi totalmente revitalizada. Em primeiro plano uma ninfa da Praça, à direita o Quartel da PM, à esquerda o Teatro Alkazar e ao fundo a Manaus verde. Fonte: Álbum Municipal 1929.



PRAÇA OSWALDO CRUZ - 1910
 A partir de um prédio da Eduardo Ribeiro, vê-se o Jardim Santos Dumont sem o Chafariz das Quimeras, o Pavilhão Ajuricaba e que o prédio do Banco do Brasil não existia. O bonde cheio e o belo desenho da praça cujos traços podem ser vistos até hoje, embora pessimamente cuidados.



PRAÇA DO CONGRESSO 
 II Congresso Eucarístico Regional do Amazonas - 1942
Foto do evento realizado sob a organização da Diocese de Manaus. Destaques: Durante o evento muitas fotografias foram tiradas e quase todas trazem o prédio da saúde (demolido) e o Palacete Miranda Correa(demolido) que na época valorizavam o perímetro da Praça do Congresso.



PRAÇA DA CONSTITUIÇÃO 
Atualmente conhecemos como Praça Heliodoro Balbi ou Praça da Polícia.
Vejam como esse local foi aterrado, ao canto vemos uma parte do terreno abaixo do nível da rua. Esse Local se estendia até as proximidades da Rua 10 de Julho e por alguns anos ficou apenas um grande pântano e que posteriormente foi aterrado nos anos 20 do século XX e assim surgiu a Avenida Getúlio Vargas. Imagem do álbum do Amazonas 1901/1902



PRAÇA GENERAL OSÓRIO-1933

 O Coreto semicircular foi ideia do Professor Coriolano Durand e instalado em 1929. Destruído em 1936 na gestão do prefeito Antonio Maia.




PRAÇA DA SAUDADE- DESFILE CÍVICO DE SETE DE SETEMBRO. Essa imagem retrata um lindo acontecimento. Manaus era uma cidade que gostava de momentos cívicos. Revista Cabocla - Setembro de 1936. Semana da Pátria.


Nenhum comentário:

Postar um comentário